Archive for the ‘Uncategorized’ category

És Deus!

19 de outubro de 2010

“…Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus…” Salmo 46.10

Nem sempre vivemos dias fáceis. Muitas vezes as circunstâncias e dificuldades da vida parecem querer nos afundar num furacão de problemas que acabam conosco tanto fisica, emocional e espiritualmente.

Esses dias difíceis são os que tenho vivido. Mas tenho percebido a mão e o cuidado de Deus na minha vida nas pequenas e nas grandes coisas. Livramento, consolo para a minha dor, a Sua presença na solidão… hoje, quando voltava do trabalho, um vento tão gostoso soprava enquanto eu falava com Deus no meio da rua, que eu pude perceber como era grande o Seu cuidado na minha vida. Tinha programado de fazer outras coisas esta noite, mas foi irresistível. Entrei no meu quarto e fui falar com o Senhor. Mais uma vez, fui tocado e pude ouví-lo falar, e pude “contar meus segredos”.

Enquanto eu era ministrado pelo Senhor, o versículo “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus” vinha muito forte à minha mente. Procurei a referência, e ao ler todo o salmo 46, pude perceber que era exatamente a realidade que o Salmista escreveu que eu tinha declarado ao Senhor no meu quarto.

Não importa a circuntância que estamos passando. Deus continua sendo Deus! Ele nos manda sossegar: “Aquietai-vos; esperem e vejam eu agir por vocês” Foi isto que eu tinha ababado de  cantar para o Senhor: “Tu sempre serás Deus; Descansarei pois sei que és Deus.”

Obrigado, Senhor por falar comigo e me fazer aquietar e saber que ÉS DEUS!

SALMO 46

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam.                                                                                Há um rio, cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; jamais será abalada; Deus a ajudará desde antemanhã. Bramam nações, reinos se abalam; ele faz ouvir a sua voz, e a terra se dissolve. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. Vinde, contemplai as obras do SENHOR, que assolações efetuou na terra. Ele põe termo à guerra até aos confins do mundo, quebra o arco e despedaça a lança; queima os carros no fogo.  Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Anúncios

Porque Tu estás comigo…

24 de julho de 2010

Estava eu aqui, pensando e me lembrando do tempo que acabei de viver na minha vida (mais precisamente os últimos 2 anos). Um tempo de escuridão na minha vida, sabe, realmente aquele vale da sombra da morte; esta era a minha sensação.

A sensação que eu tinha era de que as minhas orações simplesmente não eram ouvidas, de que o meu louvor eram apenas palavras lançadas ao vento, de que minhas lágrimas eram vãs… Mas como? Se era tudo muito intenso! Meu arrependimento, sincero. Por que? Me sentia abandonado pelo Senhor. Acabado, esquecido, pois todas as promessas que um dia Ele me fez estavam adormecidas de forma que pareciam não existir. Infelizmente aquele era o preço que eu devia pagar por não obedecer e não ter Fé nas suas promessas. Dois anos de vale, mas eu continuei, sem forças, seco e vazio, mas… simplesmente continuei implorando.

Nesta semana, o Senhor tem me mostrado quais são as prioridades que devo ter na minha vida. A sensação de abandono se foi quando fui invadido pela doce presença do Senhor me perdoando e me restituindo as promessas roubadas pelo inimigo em minha fraqueza. Tive meus olhos abertos para ver que eu estava no vale da sombra da morte sim, e por consequência dos meus próprios erros, mas que como já disse o salmista não temia mal algum “Prorque Tu Senhor estás comigo…” Aleluia! Ele não me abandonou! O vale era sombrio demais para que eu pudesse ver ou sentir. Mas a presença do Senhor é real e constante na nossa vida.

O Senhor tem me dado algumas canções, e agora Ele mesmo tem me dado o tão gostoso prazer de poder viver as realidades delas: “A tua presença, A Tua presença, onde quer que eu for sei que vai me alcançar. A tua presença, a Tua presença, até o fim vai me acompanhar…”

É tão bom descer à casa do Oleiro para ser quebrado e moldado, e lá aprender, receber instrução do Senhor. Obrigado Pai porque tenho aprendido tantas coisas contigo!

O Vale

24 de julho de 2010

“A mão do Senhor veio sobre mim, e Ele me disse: Levanta-te e sai para o vale, onde falarei contigo. Levantei-me e saí para o vale, eis que a glória do Senhor estava ali…”     Ezequiel 3.22-23

Muitas vezes, o Senhor nos convida a irmos ao vale para lá falar conosco. O Vale é um lugar de silêncio; é lá que calamos o nosso coração perturbado, e podemos ouvir a única voz que pode ser ouvida lá: A voz de Deus. Mas é neste lugar de difícil acesso, onde a dificuldade e a solidão são as nossas únicas companheiras, que além de ouvir Deus falar, podemos estar sensíveis e ver a glória de Deus.

Pai, ensina-me a enxergar a tua glória em meio ao vale, assim como Ezequiel, eu quero te ouvir Deus, no meio do vale, no meio da adversidade, no meio das situações do dia-a-dia. Quero te ver e ouvir em meio ao vale! Amém.

As Nações Adoram

23 de junho de 2010

Hoje, depois de receber em meu e-mail a notícia de um coral Gospel africano que cantou no show de abertura da Copa do Mundo, o Espírito Santo despertou em mim a curiosidade de ver como as nações africanas adoram ao Pai.

Assistia um vídeo lindo de uma criança adorando em uma pequena igreja em Moçambique. Eles cantavam em português uma música linda que dizia: “Eu já escolhi a boa parte de estar aos teus pés Jesus, deste lugar eu não vou sair jamais…”  Quando pesquisei, descobri que a música era de um ministério brasileiro (Ouvir e Crer).

Para mim é tremendo ver como as nações adoram ao Pai, cada uma com suas peculiaridades. Imagino como será aquele grande dia quando pessoas de todas as tribos, povo, língua e nação estarão diante do Trono de Deus adorando ao Cordeiro que foi morto, mas venceu.

Seja ministrado por este vídeo:

Como as águas cobrem o mar…

20 de maio de 2010

“…Porque toda a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.” (Isaías 11.9)

Queridos, o que tenho para compartilhar neste Post é muuuito importante, e  eu não poderia de forma alguma negligenciar a responsabilidade de anunciar o que o meu Deus tem feito ao redor da Terra.

Na semana passada, o Espírito Santo me incomodou de uma forma muito forte, e me levou de volta à essência do meu chamado: As nações! Ao som do CD da Fernanda (Profetizando às  nações), levantei varios clamores por diversas nações. Muitas das vezes, o Espírito me levava a profetizar sobre muitas dessas nações, era como se através de mim as nações estivessem clamando (chequei a postar no meu Orkut a seguinte frase: “O clamor da Igreja perseguida arde em meu coração”). Clamei, orei, chorei, profetizei… tudo isto muito intensamente, e de lá pra cá, tenho feito isto.

Hoje, abrindo alguns e-mails, li um do meu tio Neto que tinha como título “Notícias do Egito”, o conteúdo do e-mail era o seguinte:

AS PEDRAS ESTÃO CLAMANDO!!!                                                                             UMA NOTÍCIA QUE ESTÁ ABALANDO O EGITO

Um muçulmano egípcio matou sua esposa porque ela estava lendo a Bíblia e então a enterrou com seu bebê nascido há poucos dias e uma filha de 8 anos de idade.

As crianças foram enterradas vivas! Ele então disse à polícia que um tio havia matado as crianças. Quinze dias mais tarde, outra pessoa da família morreu.

Quando foram enterrá-la, encontraram as duas crianças sob a areia – E VIVAS!

O país ficou em choque e o homem será executado. Perguntaram à menina de 8 anos como ela havia conseguido sobreviver por tanto tempo e ela disse: ‘Um homem que usava roupas brilhantes e com feridas que sangravam em suas mãos, vinha todos os dias para nos alimentar. Ele sempre acordava minha mãe para dar de mamar à minha irmã’.

Ela foi entrevistada no Egito numa TV nacional por uma mulher  jornalista que tinha o rosto coberto. Ela disse na TV pública, ‘Foi Jesus quem veio cuidar de nós, porque ninguém mais faz coisas como essas!’

Os muçulmanos acreditam que Isa (Jesus) aparecerá para fazer coisas desse tipo, mas as feridas em Suas mãos dão provas de que Ele realmente foi crucificado e que Ele está vivo!

   Também ficou claro que a criança não seria capaz de inventar essa história e não seria possível que essas crianças vivessem sem um milagre verdadeiro.

   Os líderes muçulmanos terão muita dificuldade em lidar com essa situação e a popularidade do filme ‘Paixão de Cristo’ não os ajuda!

   Como o Egito está bem no centro da mídia e da educação do Oriente Médio, você pode ter a certeza de que essa história vai se espalhar rapidamente.

 Por favor espalhe esta história por todos os lugares. ‘O Senhor diz, ‘Abençoarei a pessoa que colocar Sua confiança em mim” (Jeremias 17).

Pude perceber porque tão intensamente o Espírito do Senhor havia me incomodado semana passada. Me levantei da cadeira e coloquei no som a música “Vem com tua Onda” e clamei novamente pelo Egito e por outras nações em todos os continentes. Depois, na música “Jesus, meu primeiro Amor”, profetizei em outras linguas sobre várias nações.

Amados que lêêm estas mihas palavras, o Senhor tem se manifestado de uma forma sobrenatural nesses últimos dias. Fome e sede por Ele tem sido geradas ao redor da Terra. Haverá um grande derramar do conhecimento da Glória de Deus; e quer creiamos ou não, a palvra diz que toda a Terra se encherá!

D E S P E R T A   I G R E J A !   O Senhor vem!

O Pão

19 de fevereiro de 2010

Amados que leem o Blog, Graça e Paz!                                                                                 Depois deste “recesso” (um bom tempo sem poder escrever), volto com minhas forças renovadas no Senhor. Nestes útimos dias tenho experimentado um reavivamento pessoal. o Senhor tem me atraído novamente à sua presença como nos dias do primeiro amor. Tenho vivido experiências marcantes com o Paizinho, que tem gerado em meu interior fome e sede por mais dEle. E é sobre isso q escrevo hoje: Fome e Pão.

O Espírito Santo tem trago de volta o desejo pela palavra de Deus e pelas orações no secreto, e hoje, Ele mesmo me trouxe uma lição no texto de João 6. Depois de alimentar uma multidão com apenas 5 pães e dois peixes, aquelas pessoas vinham até Jesus desejando mais manifestações, aquele milagre não saciou a fome daquele  povo. Então, o Senhor Jesus passou a apresentar-lhes o Pão que lhes saciaria a sua fome espiritual; eles acreditando que Jesus falava do pão terreno pediram: – Senhor, dá-nos sempre deste pão. Nesse momento, Jesus faz uma declaração que lhes desvenda os olhos: – Eu sou o pão da vida, o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede. Só então eles passam a entender que o pão material, por mais que tenha descido do céu (como aconteceu com o maná no deserto) não é suficiente para acabar com a fome interior, mas aquele que se alimenta do corpo e do sangue de Cristo terá a sua fome e sede saciadas.

Deixe que Cristo, o próprio Pão que dá a vida eterna te alimente todos os dias. Só assim você fartará a sua fome e sede que não podem ser saciadas pelo pão desta terra.

Deus abençoe!

De volta ao primeiro amor

21 de dezembro de 2009

Acabo de voltar do culto matutino.

Desde ontem (Domingo), nos cultos pela manhã e à noite, o Senhor tem falado e mexido comigo. Estou gripado desde Sábado, e por isso, ontem não pude ministrar. Isso foi bom, que me deu a oportunidade de receber um pouco também dos outros irmãos, tia Rose está aqui e também cantou, o que ainda encheu mais o meu coração de renovo no Senhor. Com tudo isso, o Senhor foi trazendo ao meu coração algo que o meu ativismo na obra estava me impedindo de ver: Eu havia me perdido no caminho. Estou perdido fo meu chamado, me perdi da unção da qual fui revestido no começo de tudo, me perdi do primeiro amor, me perdi do Senhor.

Hoje, o Senhor começou a gerarem mim arrependimento. Pedi a Ele que me lembrasse de onde eu caí. Como em Apocalipse 2.5: Lembra-te de onde caíste, arrepende-te e volta… Preciso muito deste tempo de parar e me lembrar de onde caí. É muito difícil ter de deixar a frente da Igreja até o Senhor me mostrar que devo prosseguir, ainda mais quando temos poucas pessoas no nosso ministério de louvor; mas o Senhor sabe de todas as coisas, e por amor a Ele, por amor ao seu chamado eu sei que devo ter esse tempo só meu.

Uma música que durante minhas orações hoje eu cantei foi “Quero me apaixonar”. Que o Senhor possa me lembrar de onde eu caí, e me afastei de tudo aquilo que um dia Ele me mostrou. Deus permanece imutável, o meu amor e aminha fé tão frágeis e pequenos é que mudaram e ru não percebi o quanto me distanciei do Senhor.