Arquivo para dezembro 2009

De volta ao primeiro amor

21 de dezembro de 2009

Acabo de voltar do culto matutino.

Desde ontem (Domingo), nos cultos pela manhã e à noite, o Senhor tem falado e mexido comigo. Estou gripado desde Sábado, e por isso, ontem não pude ministrar. Isso foi bom, que me deu a oportunidade de receber um pouco também dos outros irmãos, tia Rose está aqui e também cantou, o que ainda encheu mais o meu coração de renovo no Senhor. Com tudo isso, o Senhor foi trazendo ao meu coração algo que o meu ativismo na obra estava me impedindo de ver: Eu havia me perdido no caminho. Estou perdido fo meu chamado, me perdi da unção da qual fui revestido no começo de tudo, me perdi do primeiro amor, me perdi do Senhor.

Hoje, o Senhor começou a gerarem mim arrependimento. Pedi a Ele que me lembrasse de onde eu caí. Como em Apocalipse 2.5: Lembra-te de onde caíste, arrepende-te e volta… Preciso muito deste tempo de parar e me lembrar de onde caí. É muito difícil ter de deixar a frente da Igreja até o Senhor me mostrar que devo prosseguir, ainda mais quando temos poucas pessoas no nosso ministério de louvor; mas o Senhor sabe de todas as coisas, e por amor a Ele, por amor ao seu chamado eu sei que devo ter esse tempo só meu.

Uma música que durante minhas orações hoje eu cantei foi “Quero me apaixonar”. Que o Senhor possa me lembrar de onde eu caí, e me afastei de tudo aquilo que um dia Ele me mostrou. Deus permanece imutável, o meu amor e aminha fé tão frágeis e pequenos é que mudaram e ru não percebi o quanto me distanciei do Senhor.

Quero Seguir-te

14 de dezembro de 2009

Esta semana, no meu trabalho, o Senhor me trouxe à memória  a música “Quero seguir-te” do Diante do Trono, e desde então, o Espírito Santo tem ministrado ao meu coração sobre o chamado do Senhor Jesus para que O sigamos.

Em Mateus 16.24 Ele diz: “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”. O chamado do Senhor é claro: Se alguém quiser, se alguém quiser… Quem quer? Quem vai seguir a um nazareno que a si mesmo se declara Rei? Negue-se a si mesmo, negue a sua vontade, as suas convicções. Negar a si mesmo é mais forte do que negar a algo; negar-se é simplesmente se abandonar, largar todas as coisas em que se apoia, largar o lixo que insistimos em entulhar dentro de nós, é se entregar. Tome a sua cruz, carregue o peso da sua libertação, aquilo cujo sabor amargo vai te trazer vitória. E siga-me, sem mais questionamentos, siga-me ; apenas siga-me.

Isso me faz lembrar daquele jovem rico (Marcos 10.17-22), que indagou a Jesus sobre o que fazer para herdar a Vida Eterna. A resposta de Jesus foi simples, venda as suas propriedades (neque-se a si mesmo), distribua a renda aos pobres (tome a sua cruz) e Siga-me. Assim como aquele jovem se retirou dali entristecido por ser dono de muitas propriedades, muitos hoje tem vindo após o Mestre apenas pelos benefícios que podem conseguir da parte dEle, mas quando a abnegação lhes é proposta, quando lhes é mostrada a cruz e um caminho a seguir, saem entristecidos como aquele jovem.

Que o Senhor, renove em você o desejo de seguí-lo; verdadeiramente seguí-lo. Deus abençoe!

O vídeo abaixo é o da música “Quero seguir-te”, do DT.

O Oleiro

6 de dezembro de 2009

O título deste post parece o título de um livro. Na verdade, este é o livro da minha vida.

Esta semana assisti a uma mensagem sobre o texto de jeremias 1, e fui muito ministrado. Depois de assistir àquela mensagem, meu coração tem batido mais forte, e tenho entendido a minha real posição no Reino de Deus: A de vaso de barro. O Senhor quer fazer de mim o que Ele quer, para fazer aquilo que Ele quer. Mas outra coisa importante, é que a glória não deve ser dada ao vaso e sim ao Oleiro que o fez. Tremendo, não?

Espero que você possa ter sido abençoado através destas minhas palavras. E se quiser receber mais um pouco, asista ao vídeo que eu tbm assisti.